Quem Se Importa Toma iniciativa (Ação)

Boa tarde queridos leitores, a Paz do Senhor Jesus.
Em primeiro lugar quero agradecer aos muito e-mail, telefonemas e comentários que recebi em homenagem pelo Bebê que o Senhor esta concedendo a nós. Eu e minha esposa nos sentimos gratos e honrados pelas manifestações de carinho que temos recebido de todas as partes do Brasil e EUA também.
É uma sensação completamente diferente de tudo que já experimentei. Ontem não consegui me controlar e fui a uma loja de artigos para recém nascidos e comprei a primeira roupinha para meu (a) filho (a) "ou" os ou "as". Então podem perceber o quanto estou animado né? E minha esposa também esta animadíssima. Obrigado mais uma vez à aqueles que se alegram conosco por esta vitória.
Voltando ao assunto de Neemias eu quero hoje falar da ultima parte das: Três Atitudes de Quem se Importa. Hoje quero falar sobre: Quem Se Importa Toma Iniciativa (ação).
Nossas ações são em conformidade ao que sentimos ou pensamos. Se estamos com fome, nossa ação será de encontrar algo para comer e saciar nossa fome. Se amamos nossa atitude será de mostrar a quem amamos como a amamos.
Desta forma não podemos dizer que amamos a obra de Deus ou a nossa igreja, ou a nossa fé uma vez que nossas ações não caminham neste sentido.
Neemias por se importar com Jeruzalém e com o Sepulcro de Seus pais, ele teve iniciativas ou atitudes que condiziam com o que ele pensava e sentia.
Suas ações foram que mostraram o grau de Importância que ele tinha para com Israel, para com a memória de seus pais e para com os seus irmãos remanescentes.
Mas para tomarmos Atitudes ou ações precisamos do seguinte:
OBJETIVO
Nossas ações precisam ser objetivas, é necessário que haja objetividade no que fazemos, não podemos agir ao esmo.
Quando o Rei perguntou a Neemias o que ele queria, este sabia, estava claro para ele o seu propósito o seu objetivo: Me deixe ir edificar os muros de Jerusalém
Depois que se tem Objetivo é preciso de ter:
PLANEJAMENTO
Uma ação não planejada já nasce frustrada, equivocada.
Neemias não saiu de qualquer maneira para conquistar seu Objetivo. Como disse anteriormente ele teve 120 dias para orar, jejuar e PLANEJAR suas ações.
Se você voltar ao texto de Ne 2, verás que ao falar com o rei ele tinha tudo planejado, aliás ate o momento certo de falar com o Rei foi planejado. Veja os passos do planejamento de Neemias e tente fazer o mesmo para alcançar seus projetos:
  1. A hora certa de Falar ( Neemias esperou o momento ideal para falar com o rei, nos precisamos saber a ora certa de abrir nossa boca);
  2. A maneira certa de falar (Se Neemias falasse primeiro com o rei sobre a necessidade de fortalecer Jeruzalém o rei possivelmente não lhe daria permissão uma vez que Jerusalém fortificada seria uma ameaça ao seu reinado, então Neemias falou sobre os Sepulcro de Seus pais, fez um apelo a parte emocional do Rei, falou de maneira sensibilizar o Rei, precisamos encontrar a maneira certa de falar, de sensibilizar);
  3. Neemias foi específico em seu pedido, Explicitou seu objetivo e se fez entender;
  4. Traçou um cronograma das obras pretendidas;
  5. Solicitou ao Rei tudo que era necessário para realizar seu projeto (ele teve tempo para orçar o projeto, para pensar em tudo o que seria necessário a Reconstrução dos Muros e reedificação da cidade, bem como pensou nas dificuldade que os governadores que ficavam aos arredores de Jerusalém lhe imporiam, por isso pediu cartas para se precaver destes homens inimigos);
  6. Por último teve o cuidado de ficar três dias vistoriando as obras e revendo seus planejamentos antes de começar as obras de fato

Bom amigos, perceba que de fato ele gastou só 52 dias nos muros, mas gastou 120 dias pensando e planejando suas ações.

Muito do que fazemos hoje não da certo pos não investimos tempo em planejar nossas ações, pensamos ser perda de tempo planejar e especificar o que faremos, porém se vamos ter sucesso, dependerá do quanto estamos dispostos a planejar nossos projetos.

Por último Neemias precisou de perseverança para realizar seus desígnios, precisou vencer os desafios psicológicos impostos por Sambalete e por todos aqueles que eram contra sua obra, mas ele estava preparado para o Desafio.

Nestes artigos meu desejo que é mostrar os pontos de alguém que de fato se importou com sua nação e sua família e sua "igreja", mesmo não sendo o que precisava ter se importado, mas seu amor e o quanto tudo isso significava para ele o fez agir desta forma.

Quando nos importamos com algo, isso se torna nossa obsessão, nossa finalidade e objetivo. Oxa la que a obra de Deus seja algo importante para nós, o ganhar almas se torne nosso objetivo....

Que o Senhor nos ajude nesta tarefa.

Em Cristo Jesus,

Pr. Jefferson Souza

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Igreja Apostólica Unicista no Brasil

Havendo Feito Tudo Ficai Firmes

Aniversário de um grande Homem de Deus