A Igreja de Deus no Brasil

A Igreja de Deus no Brasil
Pça. Luiz Finott, 115, Sta. Mônica, Uberlândia MG

26 de fev de 2015

Tristes Histórias

Bom dia queridos leitores, graça e paz seja com cada um de vocês.
Depois de uns dias sem escrever, aqui estou novamente.
Nestes últimos dez dias tenho percorrido 5 ou 6 cidades, visitando igrejas, pregando a palavra e visitando amigos e irmãos.
Louvo a Deus que me permitiu estar com os irmãos de:  Campinas, Mauá, Mogi das Cruzes, Curitiba e Paranaguá.
Por onde passei com minha esposa e filho, fomos bem recebidos e o Senhor Jesus agiu com misericórdia nos usando para abençoar alguém.
Além destas viagens tenho as viagens semanais a Catalão onde temos nossa igreja e que comecei lá em uma garagem há 10 anos.

Estou feliz também porque nossa igreja em VALENÇA RJ não está mais fechada. O Ev. Osmar Vales se mudou para lá. Ele era obreiro da igreja em Catalão GO e o indiquei ao ministério. O nosso Bispo Adán após orar e conversar com ele, o enviou para lá. Nesta semana completa 30 dias que eles se mudaram. Tem feito falta para nossa igreja em Catalão, mas estão trabalhando para Deus no estado do Rio de Janeiro. A igreja lá estava fechada a 3 anos, bem deteriorada, com problemas no prédio, problemas  de outras espécies, mas agora estamos começando a vislumbrar um novo tempo para esta igreja que tem quase 40 anos que foi iniciada.
O Ev. Osmar tem trabalhado todos os dias na reforma do templo, sua família lhe ajudando. Eles carecem muito de nossa ajuda e orações. Estou agendado para visitar eles no terceiro final de semana de Março. Quero chegar lá em uma quinta feira e trabalharmos com ele até domingo. Quero com a ajuda de Deus, levar irmãos para nos ajudar, pedreiros, serventes, pintores e eletricista. Sem alguém se dispor a ir comigo, por favor entre em contato. Também necessitamos urgentemente de ofertas para a obra lá, para sustento e para a reforma. Vou postar algumas fotos do que está sendo feito lá posteriormente.

DAVI MIRANDA

Eu coloquei o tema nesta postagem de "TRISTES HISTÓRIAS."
Semana passada fiz uma visita a um líder que teve uma história bonita. Muito me abençoou com suas mensagens, o vi pregar muitas vezes. Ele agora está com idade que não pode fazer o que fazia antes. Ele me disse que chegou ao momento em "que a planta não solta mais broto". Não teve nenhum sucessor para continuar o trabalho e ministério.
No domingo soube da Morte do Missionário Davi Miranda. Não o conheci pessoalmente, mas ouvi muito dele, do que ele fez. Tempos atrás visitei o novo templo que construiu na Av. Do Estado em SP. Templo para 60.000 pessoas. 
Mas o triste é que um homem que marcou gerações, foi usado no dom de milagres, chegou ao final da vida sem um líder para suceder ele. Os filhos homens não contam com o apoio da cúpula da igreja, por serem considerados liberais, e por ter uma série de acusações de mal testemunho contra eles.
O próprio Davi Miranda foi processado por lavagem de dinheiro e evasão de divisas, conforme pode se ler em vários meios, como estes: http://www.oocities.org/realidadebr/rn/da/da100500.htm ; http://www.jusbrasil.com.br/diarios/busca?q=igreja+pentecostal+deus+e+amor ... Entre outros.
Não estou aqui para julgar igreja A ou B, mas uma história de tantos sucessos não deveria acabar de forma tão melancólica.
Claro que isto me faz olhar para dentro de mim e de como estou conduzindo o chamado de Deus para minha vida.
Penso que o missionário Davi Miranda teve muitos talentos e não chegou onde chegou por acaso, porém muito incerto é o Futuro de tudo o que ele construiu. Não conseguiu deixar um sucessor natural. Conseguiu mais de 11.000 templos, 163 países para abrir a igreja, mas não conseguiu 1 só líder para sucede-lo. 

Não quero passar a minha vida toda dedica ao chamado de Deus e quando eu morrer, se Jesus não vir antes, também morrer meu chamado e ministério.
Aliás meu ministério será muito mais medido após minha morte do que enquanto estou vivo.
Precisamos fazer discípulos de Cristo, pois estes irão fazer outros e assim a mensagem apostólica vai para frente e não para em mim ou no meu túmulo.

Para que nossa história não termine triste e melancólica precisamos orar e nos esforçar para não cometer os equívocos que outros tem cometido.
Este é um pensamento que tem estado em meu coração, e resolvi compartilhar.....

Uma ótima quinta feira a todos.

Pr. Jefferson Souza

2 de fev de 2015

Pensativo

Boa tarde queridos leitores, graça e Paz seja com todos nós nesta tarde de segunda Feira.
Ontem tivemos um culto muito abençoado a noite em nossa sede regional. Eu não fui o pregador, também não fui o dirigente do culto, apenas estava lá cultuando a Deus.
Tem um lugar especial para mim dentro da igreja, que os degraus que dão acesso ao Púlpito. Na verdade são apenas dois degraus, e apesar de sentar me no púlpito, gosto de sentar neste degrau.
Enquanto estava acontecendo o culto, o pregador estava pregando, eu olhei para o fundo e me bateu uma saudade tão grande da irmã Imaculada. Sim, ela é esta senhora com o microfone na mão. Ainda não fez um ano desde que ela foi morar com o Senhor Jesus.
Ela esteve por 32 anos servindo ao Senhor Jesus nesta igreja, e como poucas pessoas, conhecia este banco que ela aparece sentada nele. Aliás, banco que guardo em meu escritório que compartilho com o Pr. Baltazar de Souza, pois este banco está aí na igreja desde 1979, quando alugamos o primeiro salão Apostólico Unicista em Uberlândia MG.
Enfim, senti muitas saudades da irmã Imaculada ontem e de outros queridos que foram morar com o Senhor Jesus.
Eu fiquei pensando no meu lugar que gosto de ficar dentro da igreja. Se o Senhor Jesus me levasse agora, será que alguém ia se lembrar do meu lugar? Será que minha maneira de servir a Deus está servindo de inspiração para outros? 
Eu quero servir a Deus de maneira que não apenas para salvação mas para ajudar outros a irem também.
Sei que a vindo do Senhor Jesus está próxima, por isso precisamos trabalhar cada dia mais e com mais vontade.
Estou pensativo nisso....

Uma ótima Semana.

Pr. Jefferson