Fatos tristes

Boa tarde meus queridos.
Como estudante de direito tenho acompanhado mais de perto o desenrolar de alguns processos que me chamam a atenção como o caso Arruda e o assassinato do Cartunista e seu filho.
No caso do primeiro eu havia falado nos dias de sua prisão que este clamor público por respostas atrapalhavam a segurança jurídica e esta pressa de fazer "justiça" acabaria por beneficiar o acusado no final do processo. Concordo que as provas são vastas para nos levar a crer em uma punição para este homem público que em sua má administração trouxe grandes prejuízos a moral, a ética e aos cofres públicos, porém o processo de leva-lo a uma justiça deveria ter sido pautado pela cautela e segurança jurídica e agora estamos vendo uma verdadeira lambança jurídica, sustentada por uma mídia que anda ao lado do clamor público (diga se de passagem nem sempre o clamor público esta pautado em um real conhecimento dos fatos) ora por suas intenções obscuras, mas o fato é que o os brasileiros acabaram de ver mais um acusado se safando. Quando o TRE do DF resolveu cassar o mandato do Governador Arruda, este foi beneficiado, pois se não há mandato também não não há que se falar em IMPETCHMAM e se não há IMPETCHMAM este camarada este plenamente livre para ocupar qualquer cargo político ou público. Assim o que se pensa ter feito justiça, na verdade fez um benefício, de maneira que eu preferia que este caso não fosse julgado pela mídia e muito menos pelo clamor popular, mas julgado pautado na Justiça, cumprindo se a Constituição livremente de "lados", mas esta aí o resultado de PRESSAS por parte da sociedade...
No segundo caso poucou há de se falar que o assino "Cadu", até então acusado e que teria confessado o crime que resultou na morde de Glauco e Raoni Villas Boas na grande São Paulo, um jovem dependente de drogas e que procurou a igreja Céu de Maria, adpetos do chá alucinógino denominado Sto. Daime afim de se reabilitar. Porém sua família agora alega que o uso deste chá e a aproximação do jovem com a referida igreja o fez piorar no seu estado emocional e de saúde.
A mesma imprensa que sempre desce a "lenha" em qualquer assunto que diz respeito ao povo Cristão Evangélico certamente não faz na mesma proporção quando sai um assunto destes. Mas o fato que me chamou a atenção foi que o "Cadu" ao depor para o delegado Archimedes de SP ele disse que o Glauco dizia nas seções da igreja que ele era a encarnação disso e o filho do cartunista seria a encarnação de Davi então que o Cartunista deveria ir com ele até a sua casa para convencer a sua mãe que ele ( Cadu) era a encarnação do Cristo. Claro que não dá para acreditar em alguém, que está fora de sua completa sanidade, mas o que esta em pauta aqui é o fato de esta igreja e seu líder pregar algo completamente fora da palavra de Deus, de levar seus fiéis a crer no que não existe e não é possível. Certamente que se Cadu tivesse tido um encontro com Jesus o Cristo, ele não precisaria de Chá algum, pois o o Evangelho é o Poder de Deus para salvação de todo aquele que crê Romanos 1:16.
Pois é, mas é assim que tem caminhado a humanidade, preferem a mentira a verdade libertadora da palavra de Deus, e assim sofremos as consequências...
Que o Senhor Jesus nos de graça para não nos intimidar diante destas situações e nós como igreja não nos furtamos do compromisso de anunciar a Cristo não por meras palavras vazias, mas com o testemunho do Espírito Santo em nossa vida.
Em Cristo Jesus,

Pr. Jefferson Souza

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Igreja Apostólica Unicista no Brasil

Havendo Feito Tudo Ficai Firmes

Aniversário de um grande Homem de Deus