A Igreja de Deus no Brasil

A Igreja de Deus no Brasil
Pça. Luiz Finott, 115, Sta. Mônica, Uberlândia MG

13 de ago de 2009

Que amor é este?


Boa tarde querido leitor.

Já pensou ou já viveu um amor intenso?
Daqueles que se faz loucuras como viajar de um lado a outro do estado ou país para ver a pessoa amada, ou investir todo o salário do mês em um presente capaz de impressionar ou tocar profundamente a quem se esta amando?
Sim você entende do que eu estou falando. Vivemos isso pelo menos uma vez em nossa vida, eu tenho vivido várias vezes. Quando ainda estava noivo por muitas vezes antecipei minhas viagens de retorno para casa para poder ver minha noiva mais rápido. Se eu adiantava apenas pouquinhas horas já era excelente pois seriam umas horas mais cedo para vê-la. Já preparando nosso casamento assumi compromissos bem desafiadores para minha atual situação financeira mas eu apenas tinha em mente o meu amor por minha esposa.
Agora que estamos casados fico pensando como posso surpreende la e mostrar a ela o quanto a amo. Ainda que só passamos 5 dias juntos em nosso apartamento desde o dia que nos casamos eu tenho procurado mostrar a ela que a amo. As vezes saio a rua e compro um vaso de flores, outras vezes deixo um recadinho no banheiro, na bolsa e de alguma forma a faço saber em todos os momentos que a amo a cada minuto.
A Palavra de Deus nos diz: "Por aumentar a iniquidade o amor de muitos se esfriará" Mt.24:12.
É exatamente isso que contemplamos em nossos dias, um esfriamento do amor para com Jesus.
Em outro texto a bíblia nos mostra: "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que enviou seu filho unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça mas tenham a vida eterna." Jo.3:16.
O amor de Cristo foi tão grande ao ponto de ele se fazer carne, se despir de sua glória se tornando o Sacrifício pelo perdão de nossos pecados (por isso foi chamado de Cordeiro de Deus que tira o pecado do Mundo). Ninguém tem maior amor que este.
Agora muitos ao receberem Cristo se tornaram resultado deste amor e deveriam ter reciprocidade para com esta demonstração de amor mas é o contrário que observamos. Como estava citando acima tenho tentado de todas as formas mostrar meu amor para com minha esposa e é o que deveríamos fazer para com Cristo que nos amou incodicionamente.
Tenho lido e até presenciado caso de pessoas que dizem amar alguém mas o que eles fazem é matar em nome do amor, traem se uns aos outros e ainda afirmam amar.
Que amor é este que não sente saudades?
Que amor é este que não é capaz de abrir mão de mínimas coisas em prol do amor da pessoa amada?
Que amor é este que só quer receber e não tem nada a doar?
Na carta do apóstolo Paulo ao Coríntios ele fala sobre o que é o amor e suas virtudes: Tudo crê, tudo suporta, não espera nada em troca, não arde em ciúmes e etc.
Jesus resumiu toda a lei no AMOR, mas não em qualquer amor, mas tendo como base o AMOR dele mesmo.
A igreja de nossos dias é uma igreja nos moldes de Apocalipse 3:14, uma igreja que se acha rica e que se acha auto suficiente, onde os padrões de aferir crescimento são puramente matérias e nada de espirituais. As grande brigas são para ver quem pode construir o maior templo, quem tem o melhor programa de radio e tv. Os investimentos são em sua grande massa em matéria, em terrenos, instrumentos, música e coisas visuais e quase nada se investe em vidas, pessoas. Mas enfim Cristo não morreu por coisas e sim por Vidas, Pessoas.
A Palavra de Deus diz que: Se multiplicar a Iniquidade o amor de muitos ou quase todos se esfriaria. Iniquidade é a falta de Equidade, justiça, é a perversidade.
Por se multiplicar as injustiças e as perversidades o Amor se esfria ao ponto de chegar a inércia.
Este estado de Inércia nos deixa a beira da futilidade e passamos a andar longe da vontade do Senhor Jesus.
Que o nosso Deus nos livre de nos mesmos, nos livre das iniquidades, pois o íniquo será aniquilado pelo Senhor.
É a falta de amor pelo Senhor que nos impele para o outro lado, é a falta de Amor pelo Senhor que nos leva a abandonar os preceitos escriturísticos, é a falta de amor que nos faz sermos cada vez mais ridículos em nossa vida.
Qual é o nível do teu amor para com o Senhor? Para com o reino de Deus? Você o ama mesmo?
Se o ama tu precisa ainda hoje dar mostras de teu amor.......
QUE AMOR É ESTE?
Que o Senhor nos guarde em seu grande amor.

Em Cristo Jesus,


Pr. Jefferson Souza

Um comentário:

Anônimo disse...

PAZ PASTOR,,FIQUEI FELIZ POR SABER QUE VC CASOU, DEUS VAI HONRA DEU AMOR POR ELE E SUA ESPOSA..DEUS TA CUIDADO DE VCS..SER FIEL E ASSIM ..COLHEMOS OS MELHORES FRUTOS QUE DEUS NOS DAR.
IRMAO .MARCIO DA IAB DE SAO JOSE