Debaixo das Asas...

"... quantas vezes quis eu ajuntar os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintainhos debaixo das asas, e tu não quiseste!" Mt.23:37
Boa noite prezados (a) leitores (a), a paz do Senhor Jesus.
Gostaria de em rápidas palavras expressar a vocês meu sentimento nesta sexta feira.
Hoje minha mãe me convidou a almoçar na casa dela. Ela havia feito um prato que gosto muito, Arroz com Suã, ontem eu havia levado a carne para ela fazer um dia destes (aproveito para agradecer aos meus cunhados que bondosamente nos abençoaram com esta carne) e foi hoje o dia que ela fez.
Nem preciso de te dizer como ficou ótima a comida da minha querida mamãe. Após o almoço fui levar minha esposa para o escritório onde ela trabalha e por alguns minutos estava calado e pensativo. Na verdade estava constrangido com a demonstração de carinho de minha mãe por mim e por minha esposa. Durante esta semana ela nos convidou a fazermos a refeição na casa dela por três vezes (esta é a sorte de morar perto dos pais, hehehe) e a cada um destes dias ela fez uma comida que gosto. No primeiro dia ela fez um molho de frango caipira com quiabo que quase me matei de tanto comer, depois no outro ela fez outra comida típica de nossa região, Polenta com carne moída e mostarda e agora arroz com suã. Por favor não fiquem com água na boca, um dia destes ela faz para vocês, isso é se vocês conquistarem ela, hehehe. Mas então hoje ao ir embora, após o almoço eu me senti constrangido com tanta demonstração de carinho e atenção por parte de minha mãe e comentei com minha esposa. Esta certo que tive duas ou três semanas difíceis e talvez minha mãe com sua sabedoria estava me ajudando a voltar para a "terra", mas o fato é que tanto carinho e cuidado me deixou constrangido.
Durante o percurso até chegar ao local de trabalho de minha esposa eu fui pensando o que eu poderia fazer para agradecer minha querida mãe. Ela e meu pai e minha irmã Daphnne, que estão mais perto de mim, tem feito de tudo para que eu me sinta bem e adaptado nesta nova fase que é a vida de casado que eu simplesmente não sei como honra-los e agradece-los por tanto cuidado que eles tem tido para comigo e para com minha amada esposa.
De repente pensando nisso me veio este versículo. O Senhor se colocou como uma "mãe", se colocou no exemplo de uma galinha para demonstrar que tipo de cuidado ele tinha (e ainda o tem) para com o seu povo. Não moro na fazenda, mas meus familiares tem sítios e cresci vendo como se comportam as galinhas. Até já corri atrás de algumas para que elas nos servissem de refeição (desculpem me se me acham muito mal neste momento, mas uma galinha caipira é formidável), e eu já vi estas galinhas no tempo que estão com seus pintinhos novos, se ela vê alguma ameaça a seus filhotes, ela abre suas asas e os protege e se eles ficam quietos você nem consegue ver que eles estão aí bem debaixo de suas asas. Pois é, era este o cuidado que o Senhor ofereceu e ainda oferece aos seus filhos. A Bíblia nos fala no salmo 91 que aquele que Habita no esconderijo do altíssimo, na sobra do Onipotente descansará.
Se minha mãe tem tão cuidado por mim, já pensou quanto mais terá o Senhor meu criador?
Talvez o que eu e você precisamos é deste cuidado de "mãe" que o o Senhor nos oferece para que nos sintamos guardados e protegidos, e ele não nos tem negado isso, mas precisamos de dar a contra partida, aceitando um lugar abaixo das asas do Senhor. Muitas vezes pensamos que somos grandes e crescidos, mas nosso Deus sabe que somos pequenos e crianças e sem seu cuidado e proteção certamente seremos presa fácil para o maligno. Eu me senti tão pequeno e tão ruim por não estar fazendo nada de grande ou especial para minha mãe em virtude de tudo o que ela tem feito para mim que busquei uma forma de em alguma maneira demonstrar a ela que aprecio e compreendo tudo o que ela tem feito a mim, entendo que muitas vezes, como hoje, passando mal da saúde ela ainda fez alguma coisa por mim, e o Senhor? Ele suportou a Cruz para que eu e você não a suportássemos, ele vestiu uma cora de espinho no meu e no seu lugar e ele fez tudo isso só por nos amar. Aceite o cuidado do Senhor, aceite o aconchego e carinho que o Senhor tem estendido a você e desfrute da graça de ser filho.
Obrigado mamãe eu compreendo a extenção do amor da senhora por mim, obrigado paizinho porque mesmo sem falar tu me ensinas o que é cuidado e amor, obrigado Miriam e Daphnne por me permitirem compreender o que é ser irmão, obrigado sobrinhos, cunhados e igreja por me ensinarem que somos dependentes uns dos outros, obrigado Esposa por me ensinar que existem significado especial compartilhar duas vidas em amor, Obrigado Jesus me ensinar a ser filho e ser Constrangido pelo Teu Amor e obrigado leitores por se ocuparem em ler estas linhas.
Que o Senhor nos conceda um final de semana próspero.
Em Cristo Jesus,

Pr. Jefferson Souza

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Igreja Apostólica Unicista no Brasil

Havendo Feito Tudo Ficai Firmes

Aniversário de um grande Homem de Deus